Formas de Ingresso

Transferência Externa

Havendo vagas, mediante processo seletivo e por solicitação e requerimento dos interessados, o CESVA, aceitará transferência de alunos regulares de instituição nacional, para prosseguimento dos estudos no mesmo curso ou em curso afim, desde que requerida no prazo fixado no Calendário Acadêmico.

Independentemente da existência de vagas e de prazos será aceita, na forma da lei, a transferência de servidor público federal, civil ou militar, inclusive seus dependentes, quando se tratar de estudante que comprove a necessidade de mudar seu domicílio para a sede do CESVA em razão de comprovada remoção ou transferência de ofício. 

Observações importantes 

- o aluno deverá apresentar Xerox do CPF, Identidade e Certidão de nascimento ou casamento, juntamente com a documentação expedida pela Instituição de origem, acompanhada da declaração de regularidade acadêmica; do histórico escolar e dos programas das disciplinas cursadas, com indicação de conteúdos e carga horária; o regime de aprovação; a Portaria de autorização ou reconhecimento da Instituição e sistema de avaliação, para que possa ser instruído o processo de análise de currículo;

 
- a documentação pertinente à transferência deverá ser original e não poderá ser fornecida ao interessado, tramitando diretamente entre a instituição de origem e o CESVA, conforme legislação em vigor;

 
- não será recebida transferência de aluno que estiver respondendo à sindicância ou a inquérito administrativo, ou cumprindo penalidade disciplinar nos termos da legislação.

Aproveitamento de Curso Superior

Havendo vagas, o pedido de ingresso como portador de diploma de nível superior estará condicionado às normas regimentais.

Isenção de Disciplinas

O aluno que tenha cursado, em nível superior, disciplina correspondente à matriz curricular do curso pelo qual optou, poderá pedir dispensa de disciplina no período a ser divulgado pela Secretaria, mediante entrega dos seguintes documentos:

   
• requerimento de dispensa de disciplina; 
• cópia do programa de disciplina cursada; 
• Histórico Escolar original correspondente; 
• sistema de avaliação da IES de origem; 
• prova de reconhecimento, ou de autorização do curso.

    O aluno que não tiver o seu pedido de dispensa deferido fará as respectivas adaptações em horário e turno diferentes do horário regular.

     O aluno que precisar fazer adaptação de estudos deverá fazê-lo até a integralização do seu curso, desde que a disciplina não seja pré-requisito para o período seguinte.

     O aluno somente poderá parar de freqüentar as aulas após o deferimento do pedido de dispensa, dado por escrito pelo professor ou diretor do curso.  

Reabertura de Matrícula

Ao reabrir a matrícula, o aluno ficará sujeito às adaptações decorrentes de possíveis mudanças na matriz curricular do curso a que estiver vinculado, obedecendo as datas previstas no calendário letivo.


Transferência Interna

A Transferência Interna é permitida ao aluno matriculado no CESVA, somente uma vez durante o curso, e deverá ser feita no início de cada semestre letivo mediante requerimento encaminhado à Secretaria Geral, condicionada a:

 
a) existência de vaga no curso pretendido; 
b) possibilidade de integralizar o currículo pleno do curso no prazo máximo estabelecido pela legislação vigente; 
c) estar em dia com o pagamento das mensalidades na data do requerimento; 
d) ter concluído o 1º período. 

 
ATENÇÃO! 
Para requerer o cancelamento, trancamento ou transferência externa, o aluno deverá apresentar um nada consta da biblioteca do CESVA e requerer no setor do protocolo da Secretaria Geral, que o encaminhará ao órgão competente para apreciação do pedido.  
 

ENEM e PROUNI 

20% das vagas serão destinadas aos candidatos que obtiverem aproveitamento acima de 70% da prova do ENEM.

O ProUni - Programa Universidade para Todos foi criado pela MP nº 213/2004 e institucionalizado pela Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005. Tem como finalidade a concessão de bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes de baixa renda, em cursos de graduação e seqüenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior, oferecendo, em contrapartida, isenção de alguns tributos àquelas que aderirem ao Programa.

 
Assim, o Programa Universidade para Todos, somado à expansão das Universidades Federais e ao Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI, ampliam significativamente o número de vagas na educação superior, contribuindo para o cumprimento de uma das metas do Plano Nacional de Educação, que prevê a oferta de educação superior até 2011 para, pelo menos, 30% dos jovens de 18 a 24 anos.

* OBSERVAÇÕES:
O candidato que for selecionado para Bolsa Parcial de 50%, poderá utilizar o FIES para financiar o valor restante da mensalidade. Clique aqui para mais informações.
Para contratar o FIES, caso o candidato selecionado não possua fiador, poderá utilizar como garantia alternativa a FIANÇA SOLIDÁRIA. Clique aqui para mais informações.
  • Consulte aqui o endereço das instituições de ensino de educação superior participantes do ProUni no processo seletivo 2º/2009.
  • Para consultar a documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na Fase de Comprovação de Informações clique aqui.
  • Para atualizar os dados relativos ao número de inscrição ENEM 2008, acesse a página do INEP no endereço eletrônico: http://sistemasenem2.inep.gov.br/EnemResultado/
  • Se você não tem CPF, clique aqui para saber como obtê-lo.
  • Para emitir a segunda via da ficha de inscrição clique aqui.
  • Para Consultar a nota mínima de classificação por curso clique aqui.
  • Dicas importantes, clique aqui.